Cena rara!

Acho que todo mundo já sabe que tenho problemas “noturnos” com minha bebê, desde sempre. Aqui, neste post, fazia somente 5 meses que eu não dormia. Agora já faz um ano. A cama compartilhada me salvou um pouco, mas já voltei a ter problemas sérios de insônia infantil e embagulhamento materno. Uma das minhas leituras de madrugada favoritas é justamente um blog de mãe que não dorme como eu, pra ter algum consolo.

O que acontece é simples: desde que nasceu, Helena acorda a cada duas horas. Dorme super fácil, um anjo, linda. Tira duas duas sonecas diurnas numa boa, e vai dormir quase dando tchau e dizendo boa noite. Só que… não fica dormindo. Acorda. E pede. Implora. De tudo. Colo, cama, brincar, e muito, muito mamá.

- Mamãaaaaa tetêeeeeee…… – ela aprendeu a falar agora e literalmente clama pela mamadeira.

No mínimo CINCO vezes por noite. Sabe aquelas reportagens sobre bem-estar que “aconselham” a gente, mães e pobres mortais, a dormir 8 horas por dia no mínimo. Tenho vontade jogar brinquedos educativos de madeira na televisão cada vez que assisto. Eu sou um zumbi-materno, uma Walking Dead Mom, desde que Helena nasceu. Aliás, desde antes, porque eu também não dormia quando estava grávida. Eu sentia que era um treino pro que viria, e acertei.

Já me aconselharam a fazer de tudo. Deixar chorar, sair do quarto, pegar no colo, por no carrinho, balançar, cantar, fazer comer bastante, não deixar comer perto de dormir, dar mamadeira, não dar mamadeira, por no berço, por na minha cama, BENZER, usar florais, remédio de alergia, Tylenol, remédio de asma, remédio de refluxo (deu negativo!), homeopatia, Muricalm, e até BATIZAR pra tirar o diabo do corpo pra ela dormir, enfim, com os anjos…NADA, repito, NADA funcionou.

Mas então, dá pra fazer alguma coisa que não seja chorar?

Eu já li de tudo, acreditem. Teorias mil. Livrinhos, artigos, sites, wikipédia, fóruns virtuais e até a Jo Frost (a super nanny!) tem sido minha companheira no desespero. Já li também a Tracy Hogg, tem até um blog que divulga os métodos dela aqui no Brasil. Apelei, né? Algumas coisas interessantes me ajudaram, ao menos a compreender a falta de sono da minha filha.

  • Vocês sabiam que os ciclos de sono dos bebês são diferentes dos adultos? Eles têm mais ciclos de sono leve, do tipo REM, já ouviram falar? É aquele sono que nos faz puxar uma coberta, acordar pra fazer xixi ou beber água, ou seja, o momento que não estamos realmente dormindo pesado, e que são alternados com os ciclos de sono pesado e reparador (oi?). Nosso REM são menos frequentes, e isso tem a ver com uma vantagem evolutiva, sabiam? Os bebês tem sono mais leve porque não tem tanta resistência ao frio (precisam chamar se estiverem gelados), ou ao calor (tem que avisar a mamãe pra tirar aquela coberta toda). Eles também têm estômago menor, digerem o leite materno rapidinho, e às vezes não aguentam 12 horas direto sem comer. Se aguentassem, podiam ficar menos nutridos. Aí, olha que beleza! Achei uma vantagem evolutiva na falta de sono da Helena.
  • Algumas coisas podem realmente atrapalhar o sono do bebê. Comer muito antes de dormir, não dormir durante o dia, falta de rotina. Aqui você pode ver dicas de rituais. Porém, não quero tirar a esperança das mães e futuras mães mas… já tentei TUDO isso. Helena tem linda rotina, banho de balde, massagem, dorme bem durante o dia, não muito, mas bem, come bem e mama bem. No, no, no, canta no meu ouvido nossa querida Amy lá das catacumbas.
  • Se o bebê respira mal, porque é alérgico, por exemplo, como aqui, ele pode acordar mais vezes. Mas estamos resolvendo isso e mesmo com narizinho lindo perfeito, a fofa acorda a cada 2 horas exatas

Tem tantas técnicas na internet, que dá pra entender o tamanho do problema! Estou na fase de retirar as mamadas da madrugada…que dureza! Uma só mamadeira lá pelas 3h da manhã é nosso objetivo. Melhor que 5, não? Não sei. Continua acordando a cada duas horas EXATAS.

Uma das técnicas que não funcionaram, mas ela adorou!

E você, o que já tentou? Não vale dizer que o bebê é bonzinho e sempre dormiu a noite toda! Como age com o seu filho na hora de dormir?

Compartilhe BOAS coisas com a gente, e RIA das ruins, com a gente também! O que deu certo pra você?

 

 

————————–

Revisão 23/05: Algo mágico aconteceu. Fico do lado do berço olhando incrédula. A bebê passou a dormiu como num passe de mágica. Esta noite, por exemplo, dormiu 19h sem mamadeira na boca, foi direto até 3h da manhã, pediu mamadeira, terminou e voltou a dormir direto até 7h. Isso porque está com uma baita tosse…

Recomendo:

http://minhamaequedisse.com/2012/06/nos-os-outros-e-a-cama-compartilhada/

https://www.facebook.com/notes/solu%C3%A7%C3%B5es-para-noites-sem-choro/8-fatos-sobre-o-sono-dos-beb%C3%AAs-que-todo-pai-e-toda-m%C3%A3e-deveriam-saber/263366437021106

Estranho….

Dá até medo de comemorar! MAS ELA ESTÁ DORMINDO!!! :D Isso não significa que não acorde. Acorda duas vezes por noite. Mas dorme. ;)

Curta essa artigo:
Curta a página do Conversas ao Meio Dia!

Mãe, blogueira e socióloga, trabalha com comunicação e redes sociais, militante pela humanização do parto e nascimento. Nem só de leite vive a mãe - www.caroldarcie.tumblr.com

Carolina